Açores

O Arquipélago dos Açores é composto por 9 ilhas: São Miguel, Santa Maria, Terceira, Pico, Faial, Graciosa, São Jorge, Corvo e Flores. Todas as ilhas têm as suas especificidades, mas há algo que as une: o mar azul profundo e a beleza natural única das suas paisagens verdes impressionantes. É o destino ideal para os aventureiros e amantes da natureza.

Quem desembarca no arquipélago dos Açores pela primeira vez não tem como evitar imaginar o que terão sentido os primeiros portugueses a chegar a estas ilhas.

O encanto mantém-se: ausente de timidez, a natureza exibe-se, verde, vermelha, azul, dourada, inebriante nos cantos e recantos das nove ilhas que compõem os Açores. Os grandes pontos turísticos são bem conhecidos: sobre São Miguel, a maior das ilhas do arquipélago, é obrigatório referir a Lagoa das Sete Cidades, com o seu misto de águas azuis e verdes, o vale das Furnas, de onde não se sai sem experimentar o tradicional cozido, confeccionado em furos nas suas terras vulcânicas, ou o ilhéu de Vila Franca, uma reserva natural.

O Pico, ponto mais alto do arquipélago e situado na ilha com o mesmo nome, é outra das referências mais populares destas ilhas, se bem que muitas das pequenas maravilhas dos Açores sejam, ainda, segredos bem escondidos. Formações vulcânicas, como por exemplo o Algar do Carvão ou a freguesia dos Biscoitos, na ilha Terceira, convivem com praias ora selvagens ora claramente turísticas, de areais dourados ou negros e águas límpidas que cativam os amantes de desportos náuticos.Feitas as contas, são nove destinos únicos que se devem conhecer ou reconhecer.

Na sua visita aos Açores, não perca a oportunidade de subir à montanha mais alta de Portugal, a Montanha do Pico, com mais 2351 metros de altitude. É também considerada um dos mais belos vulcões do mundo. Aproveite para relaxar a mente e o corpo nas várias piscinas naturais de águas quentes termais. As temperaturas destas águas férreas rondam os 37 e os 50ºC. Para além da sensação de bem-estar, as águas termais possuem propriedades terapêuticas totalmente naturais benéficas para a saúde.

Faça uma tour de Whale Watching e aventure-se e explore o melhor do mar dos Açores. Conheça as espécies que lá habitam e que por lá passam em perfeita união com o meio ambiente envolvente.

Em termos culturais, destacam-se as celebrações religiosas que acontecem todos os anos, a destacar a de maior dimensão no arquipélago, a Festa do Santo Cristo dos Milagres, em São Miguel. As pessoas saem às ruas da cidade de Ponta Delgada em procissão, seguindo a estátua de Jesus Cristo e fazendo promessas ao Senhor para o ano seguinte. Outras celebrações religiosas muito populares são as do Divino Espírito Santo, que ocorrem em todas as ilhas.

A par das tradições religiosas, existem as conhecidas e mundialmente famosas, touradas à corda na Ilha Terceira que ocorrem durante as Festas da Praia.

Nos Açores há também a forte tradição de celebrar o Carnaval com os bailes de disfarces, os corsos carnavalescos e a confecção de um doce típico regional que se faz em especial nesta época do ano: as malassadas.

Nos Açores, a gastronomia é vasta e rica em tradição. Delicie-se com o prato mais típico do arquipélago: o Cozido das Caldeiras das Furnas, confeccionado no solo vulcânico. É uma experiência gastronómica única e uma das principais atrações turísticas da ilha de São Miguel. É preparado no dia anterior e enterrado, às primeiras horas do dia, nas caldeiras naturais da Lagoa das Furnas. Diz-se que o segredo do seu sabor é a forma como carnes, chouriços e legumes cozem em “lume brando” com o calor produzido pela atividade vulcânica. Aqui qualquer pessoa pode cozinhar a sua refeição, mas o mais comum é reservar um lugar num dos muitos restaurantes das Furnas especializados neste prato. O seu método de confeção atribui-lhe um sabor inconfundível.

Outras iguarias a não perder, são os bolos lêvedos, leves e saborosos; o ananás de sabor e aroma únicos e o queijo de São Jorge, fabricado na Ilha de São Jorge há quase 500 anos.

É no arquipélago que se situa a mais antiga e única fábrica de chá da Europa: a Fábrica de Chá Gorreana. Produzem chás de vários sabores, na sua maioria, manualmente.

Nos Açores as paisagens de cortar a respiração são imensas. As origens vulcânicas das ilhas resultam em cenários de cortar o fôlego e em vistas incomparáveis. Um destino sem igual onde se respira ar puro e fresco. 9 ilhas, 9 amores. Não é difícil ficar maravilhado pela serenidade e beleza dos Açores. É na maior ilha do arquipélago que se situa uma das 7 Maravilhas de Portugal, a Lagoa das Sete Cidades, onde as cores azul e verde da sua água são dignas de uma pintura. O triângulo, formado pelas ilhas do Faial, Pico e São Jorge, é um dos cenários de eleição para os amantes de big game fishing, um autêntico desafio para pescadores desportivos que aqui podem capturar tubarões de grande porte, bonitos, espadarte e atum. A paisagem acidentada do arquipélago traça percursos ideais para caminhada e passeios em bicicleta. Também é ideal para a observação de pássaros, baleias e golfinhos. Sem esquecer a pesca e os trilhos a desvendar em moto-quatro.

Se vem da União Europeia, como membro do acordo de Schengen, pode entrar livremente utilizando como documento de viagem o seu Bilhete de Identidade/ Cartão de Cidadão que se deve encontrar válido.

Se não integra este acordo, precisa de um passaporte válido e, em alguns casos, de um visto. 

Data de última atualização: 05 de julho 2021

  1. TESTE: Obrigatório e pode ser efectuado de forma gratuita | Agendamento de teste gratuito
    1. Na ida: É necessário possuir teste PCR negativo até 72 horas antes do voo.
    2. No regresso: Não é necessário.
    3. QUARENTENA: Não obrigatória excepto se o passageiro não apresentar teste PCR negativo à chegada.
  2. OUTRAS OBRIGATORIEDADES: No documento emitido pelo laboratório que realiza o teste diagnóstico devem constar as seguintes informações: Identificação do passageiro; Nome do laboratório acreditado onde o mesmo foi realizado, com menção à respetiva certificação; Referência à utilização da metodologia RT-PCR; Data de realização do teste; Resultado do teste como «negativo». Prolongando-se a estada na Região Autónoma dos Açores por sete ou mais dias, o passageiro deve realizar ao sexto dia, a contar a data de realização do primeiro teste, novo teste de despiste ao SARS-CoV-2, a promover pela autoridade de saúde local. Preenchimento de Questionário de Avaliação do Risco e Deteção Precoce


Voucher Destino Seguro Açores

Para usufruir desta iniciativa, terá de realizar um teste de despiste ao SARS-CoV-2 nas 72 horas que antecedem a hora de partida do seu voo. Após a receção do resultado negativo do seu teste de despiste, deve preencher o formulário disponível na página My Safe Azores antes do embarque, anexando o comprovativo de resultado negativo do seu teste. Após a validação da mesma, o Voucher Destino Seguro Açores, no valor de 50,00€, será remetido para o seu e-mail. Este Voucher será composto por um QR Code e por um código alfanumérico, e a indicação da sua data de validade, que será de dois meses a contar da sua emissão. Saiba mais aqui.


Exceções à obrigatoriedade do teste:

A obrigatoriedade referida nos pontos anteriores não se aplica nas seguintes situações:

  1. Passageiros com idade igual ou inferior a 12 anos:
  2. Passageiros com doença devidamente comprovada por declaração médica que ateste a incompatibilidade anatómica e/ou clínica para a realização de teste de diagnóstico SARS-CoV-2, através de colheita de material biológico pela nasofaringe, caso em que os passageiros devem submeter previamente à sua deslocação, com a antecedência mínima de cinco dias úteis, a referida declaração à Autoridade de Saúde Regional para validação, sem prejuízo de realização de teste serológico à chegada à Região Autónoma dos Açores;
  3. Passageiros que apresentem declaração de alta clínica de vigilância e das medidas de isolamento emitida pelo serviço público de saúde relativa a SARS-CoV-2, a qual tem a validade de 90 dias;
  4. Passageiros que apresentem Certificado Digital COVID da UE;

As declarações de exceção previstas nos pontos acima mencionados apenas poderão ser apresentadas em suporte de papel ou digital, excluindo-se o formato SMS.


CERTIFICADO DIGITAL COVID da UE


A partir de 1 de julho de 2021, é permitida a realização de viagens, por qualquer motivo, com destino a Portugal (continental e Ilhas) por viajantes que tenham de um Certificado Digital COVID.

São admitidos os seguintes certificados digitais COVID da UE:


a) Certificado de vacinação, que ateste o esquema vacinal completo do respetivo titular, com uma vacina contra a COVID -19. A vacinação é considerada completa 14 dias após:

  1. A dose única de uma vacina contra a COVID -19 com um esquema vacinal de uma dose, ou;
  2. A segunda dose de uma vacina contra a COVID -19 com um esquema vacinal de duas doses, ainda que tenham sido administradas doses de duas vacinas distinta, ou;
  3. primeira dose de uma vacina contra a COVID -19 com um esquema vacinal de duas doses por pessoas que recuperaram da doença, se estiver indicado no certificado de vacinação que o esquema de vacinação foi concluído após a administração de uma dose

b) Certificado de recuperação, que ateste que o titular recuperou de uma infeção por SARS-CoV -2, na sequência de um resultado positivo num teste TAAN realizado, há mais de 11 dias e menos de 180 dias


c) Certificado de teste TAAN realizado nas últimas 72h que antecedem o embarque no primeiro ponto da viagem OU teste antígeno realizado nas últimas 48h que antecedem o embarque no primeiro ponto de viagem


NOTAS:

 

  1. Os certificados podem ser apresentados de forma digital ou em papel
  2. Apresentação de Certificado Digital COVID da UE dispensa a realização de testes para despistagem da infeção por SARS -CoV -2 por motivos de viagem
  3. A apresentação de Certificado Digital COVID da UE de vacinação ou recuperação dispensa o cumprimento de quarentena ou isolamento por motivos de viagem.
  4. Os menores de 12 anos estão dispensados de apresentar um certificado digital COVID da UE ou um comprovativo de realização de teste para despistagem da infeção por SARS -CoV -2, relacionados com viagens.
  5. Os menores que viajem com um ou ambos os titulares das responsabilidades parentais, ou com outro acompanhante por eles responsável, estão dispensados da realização de quarentena quando o(s) acompanhante(s) sejam detentores de um certificado de vacinação ou de recuperação válido aquando da entrada em território nacional.


Voos de ligação inter-ilhas -  Açores - atualização de 14ABR2021

Com efectividade a 14/04/2021, aos passageiros que tenham teste negativo à Covid-19, realizado nas 72 horas anteriores ao voo, será permitido efetuar o voo de ligação inter-ilhas sem necessidade de validação do teste no primeiro ponto de entrada na Região Autónoma dos Açores (PDL ou TER).


Fontes de informação:

  1. Informação aos turistas
  2. Agendamento de testes Covid-19 gratuito
  3. Recomendações para uma viagem segura

Política de Cookies