Porto Santo

O Porto Santo é a mais pequena ilha habitada do arquipélago da Madeira. Fica situada no oceano Atlântico, no extremo sudoeste europeu, a apenas 500 km da costa africana, a 1000 km do continente Europeu e a uma hora e meia de voo da cidade de Lisboa.

A temperatura da água do mar é bem agradável, com temperaturas médias a rondar os 22ºC no verão e os 18ºC no inverno. Perfeita para um mergulho em qualquer altura do ano.

A ilha que mora mesmo aqui ao lado, onde a praia contempla um imenso areal de nove quilómetros, banhado por águas azul turquesa que convidam ao mergulho e a um passeio de barco. Falta, porém, deixar aqui um detalhe importante: a areia possui qualidades terapêuticas comprovadas. É muito suave, leve e pouco abrasiva, e é composta principalmente por carbonato de cálcio, sob forma de calcite, que lhe confere propriedades térmicas muito particulares. Logo, os passeios à beira mar são um bálsamo para o corpo e a alma.

Sinónimo absoluto de praia, descanso e muita, muita paz, aqui, as horas passam imunes ao tempo e a vida faz-se da simples fruição dos luxos naturais, seja através de excursões pela ilha (com pouco mais de 40 quilómetros quadrados), mergulhos nas águas mornas ou praticando desportos em terra ou mar. Os passeios de bicicleta são, aliás, uma das atividades mais populares da ilha, graças a uma generosa ciclovia que parte desde a zona do Ribeiro Salgado até à Calheta, para além de muitos percursos que permitem conhecer a fundo Porto Santo sobre duas rodas, incluindo trilhos para os amantes de BTT. Outra das grandes atrações da ilha é o Porto Santo Golfe, um campo de 18 buracos, Par 72, inaugurado em 2004 e que se estende ao longo de quase 6500 metros, junto do qual foi criado, um ano mais tarde, um segundo percurso de 9 buracos, todos de Par 3. Com lagos e falésias, o campo tem como vizinhos um centro de equitação e um complexo de ténis e padel. Pequena mas rica em atividades, Porto Santo faz de “aborrecimento”, portanto, palavra mais que ausente na ilha.

Além da praia, a cidade de Vila Baleira conta histórias e lendas de um passado mais ou menos remoto, como é o caso da Casa Museu, onde em tempos viveu Cristóvão Colombo.

Tem tudo de bom para agradar todos os gostos. Do mar, servem o pescado e o marisco fresco provenientes do Oceano Atlântico, confeccionados com temperos tradicionais. De carnes, o prato mais famoso e tradicional é a espetada de vaca em pau de loureiro, que lhe confere um sabor único e singular.

Aos mais aventureiros recomendamos o mergulho, a convite do oceano Atlântico, para conhecer de perto a fauna e flora marinhas, bem como a asa-delta e o parapente, mas apenas quando o vento estiver a preceito. Com os pés na terra, o melhor a fazer é percorrer a ilha de lés a lés, a começar pelo miradouro Portela, de onde se avista o ilhéu de Cima e a cónica do Pico de Baixo, de um lado, e a praia da ilha, do outro. O périplo por Porto Santo continua até ao Pico Castelo, com uma vista de 360° sobre este pedaço de terra do Atlântico, e ao Pico das Flores, do qual se vê a ilha da Madeira e as desertas.

Se vem da União Europeia, como membro do acordo de Schengen, pode entrar livremente utilizando como documento de viagem o seu Bilhete de Identidade/ Cartão de Cidadão que se deve encontrar válido.

Se não integra este acordo, precisa de um passaporte válido e, em alguns casos, de um visto. 

Data de última atualização: 05 de Julho 2021

            1. TESTE: Obrigatório e pode ser efectuado de forma gratuita. Aplicam-se excepções a consultar abaixo ***. | Agendamento de teste gratuito
              1. Na ida: É necessário possuir teste PCR negativo até 72 horas antes do voo. Por seu lado, os passageiros que não tenham realizado teste PCR na origem, fá-lo-ão à chegada ao aeroporto, seguindo depois para o seu destino, onde devem aguardar, em confinamento, pela obtenção do resultado, durante um período estimado de 12h.
              2. No regresso: Sem necessidade de teste.
            2. QUARENTENA: Em casos excecionais de recusa de realização do teste à chegada, os passageiros poderão optar por 1) cumprir isolamento voluntário, pelo período de 14 dias, no seu domicílio ou no estabelecimento hoteleiro onde se encontre hospedado, sendo que, se a hospedagem for inferior a 14 dias, o confinamento terá a duração do período da hospedagem; ou 2) regressar ao destino de origem ou a qualquer outro destino fora do território da Região Autónoma da Madeira, cumprindo, até à hora do voo, isolamento no domicílio ou no estabelecimento hoteleiro em que se encontre hospedado. Nestes casos, os custos de hospedagem serão imputados ao viajante.
            3. OUTRAS OBRIGATORIEDADES: Todos os passageiros deverão proceder ao preenchimento obrigatório do inquérito epidemiológico, disponibilizado pela Autoridade Regional de Saúde, na plataforma digital madeirasafe.com O preenchimento do questionário deverá ser feito nas 48h a 12h prévias ao embarque e deverá ser efetuado, individualmente, por cada passageiro, exceto dependentes até 12 anos de idade, cujo registo deverá ser incluído no inquérito de um dos adultos que o acompanham. Concluído o registo, o passageiro recebe uma notificação, via e-mail, com o seu código de acesso e respetivo QR Code, para ser apresentado à sua chegada ao Aeroporto da Madeira. O resultado do teste PCR pode, também, ser submetido, antecipadamente, na plataforma.

            Todos os passageiros desembarcados nos aeroportos da Região Autónoma da Madeira, sem exceção, estão sujeitos a triagem térmica.

             

            Ficam isentas de submissão a teste na infância e pré-adolescência, exceto:

              1. Crianças a partir dos 12 anos, sob parecer prévio das Autoridades de Saúde;
              2. Crianças com critérios de suspeita de doença COVID 19;
              3. Crianças cujos familiares ou acompanhantes sejam casos suspeitos;
              4. Outras situações validadas pelas Autoridades de Saúde.

              Ficam excecionados de apresentar teste PCR à COVID-19 ou de fazê-lo à chegada aos aeroportos da RAM, nos seguintes casos:

              1. Passageiros que estejam munidos de documento médico que certifique que o portador está recuperado da doença COVID-19 aquando do desembarque no território da Região Autónoma da Madeira, emitido nos últimos 90 dias;
              2. Passageiro munido de documento médico que certifique que o portador foi vacinado apenas com uma dose (em esquemas vacinais de duas doses), respeitado o período de ativação do sistema imunitário previsto no RCM, quando se trate de doentes recuperados da infeção por SARS-CoV-2 há mais de 90 dias, ou diagnosticados com a infeção após a toma da primeira dose da vacina;
              3. Passageiros que apresentem Certificado Digital COVID da UE.

              As declarações de exceção previstas nos pontos acima mencionados apenas poderão ser apresentadas em suporte de papel ou digital, excluindo-se o formato SMS.


              CERTIFICADO DIGITAL COVID da UE


              A partir de 1 de julho de 2021, é permitida a realização de viagens, por qualquer motivo, com destino a Portugal (continental e Ilhas) por viajantes que tenham de um Certificado Digital COVID.

              São admitidos os seguintes certificados digitais COVID da UE:


              a) Certificado de vacinação, que ateste o esquema vacinal completo do respetivo titular, com uma vacina contra a COVID -19. A vacinação é considerada completa 14 dias após:

              1. A dose única de uma vacina contra a COVID -19 com um esquema vacinal de uma dose, ou;
              2. A segunda dose de uma vacina contra a COVID -19 com um esquema vacinal de duas doses, ainda que tenham sido administradas doses de duas vacinas distinta, ou;
              3. primeira dose de uma vacina contra a COVID -19 com um esquema vacinal de duas doses por pessoas que recuperaram da doença, se estiver indicado no certificado de vacinação que o esquema de vacinação foi concluído após a administração de uma dose

              b) Certificado de recuperação, que ateste que o titular recuperou de uma infeção por SARS-CoV -2, na sequência de um resultado positivo num teste TAAN realizado, há mais de 11 dias e menos de 180 dias


              c) Certificado de teste TAAN realizado nas últimas 72h que antecedem o embarque no primeiro ponto da viagem OU teste antígeno realizado nas últimas 48h que antecedem o embarque no primeiro ponto de viagem


              NOTAS:

               

              1. Os certificados podem ser apresentados de forma digital ou em papel
              2. Apresentação de Certificado Digital COVID da UE dispensa a realização de testes para despistagem da infeção por SARS -CoV -2 por motivos de viagem
              3. A apresentação de Certificado Digital COVID da UE de vacinação ou recuperação dispensa o cumprimento de quarentena ou isolamento por motivos de viagem.
              4. Os menores de 12 anos estão dispensados de apresentar um certificado digital COVID da UE ou um comprovativo de realização de teste para despistagem da infeção por SARS -CoV -2, relacionados com viagens.
              5. Os menores que viajem com um ou ambos os titulares das responsabilidades parentais, ou com outro acompanhante por eles responsável, estão dispensados da realização de quarentena quando o(s) acompanhante(s) sejam detentores de um certificado de vacinação ou de recuperação válido aquando da entrada em território nacional.


              Ligação inter-ilhas -  Arquipélago da Madeira - atualização de 18 de Junho 2021


              REGRA 01 - Ao programar a sua viagem para a Madeira e Porto Santo, é importante conhecer as normas em vigor na Região, no âmbito da prevenção e contenção da COVID-19.

              REGRA 02 - Deverá fazer o registo e preencher o inquérito epidemiológico em www.madeirasafe.com

              REGRA 03 - Todos os passageiros que pretendem viajar para o Porto Santo (via aérea ou marítima) devem ser portadores de um teste rápido de antigénio, com resultado negativo, realizado até às últimas 48 horas.

              Para beneficiar de um teste gratuito, pode recorrer a um dos postos aderentes (farmácias, clínicas e laboratórios) ao protocolo com o Governo Regional.

              VER FARMÁCIAS -Ao agendar o seu teste terá que fazer prova da compra da viagem para o Porto Santo.

              Não serão aceites, em nenhuma circunstância, auto-testes.

              Exceções aos testes: Crianças até aos onze anos de idade

              REGRA 04 - A apresentação do teste rápido de antigénio negativo, até 48 horas, é obrigatório para os dois percursos da viagem, seja via aérea ou marítima.

              REGRA 05 – CORREDOR VERDE – Passageiros portadores de certificado de vacinação (documento que comprova a vacinação completa) e/ou comprovativo de recuperado COVID-19 até 180 dias, passam a ser elegíveis de entrada direta no Porto Santo e na Madeira, sem necessidade de testagem. Os documentos mencionados devem ser submetidos na plataforma do madeirsafe.com no momento do registo.

              REGRA 06 - Todos os passageiros durante a sua estadia deverão respeitar as orientações emanadas pela Autoridade Regional de Saúde.


              Fontes de informação:

              1. Informação aos turistas
              2. Formulário de declaração sanitária/Registo de Viajante:
              3. Recomendações para uma viagem Segura
              4. Registo do viajante
              5. Viagens inter-ilhas

              Política de Cookies