Salvador da Bahia

A incontornável Bahia. Sinónimo quase imediato de Salvador, a primeira capital do país, cujo centro histórico exibe um passado português indisfarçável. 

Festas, muitas festas, onde as tradições se mantêm tão vivas como sempre, e a cidade em constante movimento convivem com praias de areais extensos e mornos.

Dona de paisagens de encantar, agraciadas pelas mãos dos deuses, esta região do Brasil apresenta um cenário de sonho, composto por um areal infinito, no qual o Atlântico sul preguiça por entre as ondas, que convidam ao mergulho, sob o sol tropical. Os ingredientes perfeitos para uma lua de mel tranquila, na companhia da cara metade e… da tão apetecível água de coco, que sempre ajuda a refrescar corpo – e alma – em terras tórridas.

E porque as praias estão no topo da lista das preferências da maioria dos recém casados, o Brasil é, com certeza, um destino a ponderar. Melhor ainda: a Bahia. Dona de paisagens de encantar, agraciadas pelas mãos dos deuses, esta região do Brasil apresenta um cenário de sonho, composto por um areal infinito, no qual o Atlântico sul preguiça por entre as ondas, que convidam ao mergulho, sob o sol tropical. Os ingredientes perfeitos para uma lua de mel tranquila, na companhia da cara metade e… da tão apetecível água de coco, que sempre ajuda a refrescar corpo – e alma – em terras tórridas.

O Pelourinho é o centro histórico de Salvador e Património Cultural da Humanidade pela UNESCO. Um lugar dominado pela cor do casario antigo de estilo colonial, datados dos séculos XVII e XVIII, recuperado com bom gosto, de onde se destaca a Fundação Jorge Amado, a igreja do Rosário dos Homens Pretos e a Catedral Basílica. Mas há mais! Há restaurantes que anunciam a cozinha tradicional baiana, centros culturais, os bares mais movimentados da cidade, artesanato e boa música. O Solar do Unhão não dispensa uma visita, assim como a célebre Igreja do Bonfim e o Elevador Lacerda, de onde pode apreciar Salvador, ora dia ora de noite.

Salvador oferece diversidade à mesa, mas a eleita é a cozinha baiana. Por isso recomendamos a Casa da Dinha do Acarajé, onde os pratos eleitos são o bobó de camarão, a moqueca de carne do Sertão à moda da Dinha e o Filé de Peixe. Prove toda a comida típica, desde moquecas, caruru a mingau e pirão, acompanhada por caipirinha ou por água de coco. Bom apetite!

A Natureza foi generosa com a Bahia, oferecendo-lhe uma costa preenchida por praias memoráveis, onde pontificam a Costa do Sauípe, Imbassaí e Praia do Forte. As águas fazem as delícias dos mergulhadores, graças à beleza da fauna e flora marinhas. E uma vez que a temperatura média da água é de 26° C todos querem passar o máximo de tempo no mar. Windsurf, kitesurf e surf são só algumas das práticas desportivas mais vistas nas praias baíanas.

Documentos: Apresentar passaporte com validade igual ou superior a 6 meses.


Saúde: Devido ao elevado número de casos de febre amarela recentemente registados em alguns Estados do Brasil sobretudo Minas Gerais, S. Paulo , Espírito Santo, Rio de Janeiro e Baía, recomenda-se aos viajantes que se desloquem a este país, antes de embarcar, que se  assegurem que estão devidamente vacinados contra a febre amarela.


Desde maio de 2018 que a OMS recomenda a vacinação contra a doença a todos os viajantes internacionais, de idade superior a 9 meses, com destino ao Brasil.

Dado o risco acrescido de febre amarela para cidadãos portugueses que viajem para o Brasil, a Direção-Geral da Saúde recomenda:

  1. A marcação de Consulta do Viajante ou com o Médico Assistente, pelo menos 4 semanas antes da partida;

  2. A vacinação contra a Febre Amarela, pelo menos 10 dias antes da partida, para quem nunca foi vacinado, (uma única dose da vacina é suficiente para conferir imunidade sustentada e proteção para toda a vida);

  3. A adoção das seguintes medidas de proteção individual contra a picada de mosquitos

  4. Aplicação de repelentes, de acordo com as instruções do fabricante. Se tiver de utilizar protetor solar e repelente, deverá aplicar primeiro o protetor solar e depois aplicar o repelente;

  5. Proteção das crianças (carrinhos de bebé, berços e alcofas com redes mosquiteiras);

  6. Utilização de redes mosquiteiras:

    1. Sobre a cama, entaladas no colchão, depois de verificar que não há nenhum mosquito no seu interior e de confirmar se a rede não está rasgada;

    2. Mesmo durante o dia em janelas, portais e beirais;

  7. Opção por alojamento com ar condicionado;

  8. Utilização de vestuário largo que cubra a maior área corporal possível, de forma a diminuir a exposição corporal à picada (camisas de manga comprida, calças e calçado fechado).


Os viajantes que, até 12 dias após o regresso, apresentem sintomas sugestivos da doença (febre, calafrios, dores de cabeça intensas, dores musculares, fadiga, náuseas e vómitos), devem contactar o SNS 24(808 24 24 24 – http://sns24gov.pt/ ou consultar o medico, referindo a viagem recente.

Para mais informações, contacte os serviços da Consulta do Viajante ou o Médico Assistente.

Antes de viajar, informe-se sobre a evolução da situação no Brasil, disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br

 

Taxas locais: Taxa de Turismo (varia de R$ 1,50 a R$ 3,50) por quarto e por noite, valores indicativos. A vila de Jericoacoara, no estado brasileiro do Ceará, cobra uma taxa de turismo sustentável de R$ 5, cerca de 1,30€, por cada dia de permanência. A cobrança será feita à entrada na Vila de Jericoacoara. Valor poderá alterar sem aviso prévio. O Morro de São Paulo, no estado brasileiro da Bahia natural, cobra uma taxa turística de R$ 15, cerca de 3,9€, por pessoa, à chegada. Valor poderá alterar sem aviso prévio. Fernando Noronha, no estado brasileiro de Pernambuco, cobra uma taxa de preservação de R$ 69, cerca de 18€, por pessoa e por cada dia de estada, a pagar localmente. Valor poderá alterar sem aviso prévio.


Data de última atualização: 02 de Agosto 2021


  1. TESTE: Obrigatório para turistas com idade igual ou superior aos 12 anos, viajando acompanhados (resultado apresentado em Português, Inglês ou Espanhol).

    1. Na ida: É necessário possuir teste PCR negativo até 72 horas antes do voo.

    2. No regresso: ÉÉ necessário possuir teste PCR negativo até 72h antes do voo ou teste Antigénio negativo 48h antes do voo ou Certificado digital Covid da UE.

  2. QUARENTENA: Não obrigatória. 


  3. OUTRAS OBRIGATORIEDADES:  Comprovativo do preenchimento da Declaração de Saúde do Viajante (DSV) preenchida (impressa ou por meio digital) com a concordância sobre as medidas sanitárias que devem ser cumpridas durante o período que estiver no país. Mais abaixo **


Declaração de Saúde do Viajante (DSV)

O preenchimento do formulário da DSV é feito no Portal da ANVISA e deve ser concluído nas 72 horas que antecedem o embarque. Uma vez que o DSV é um documento que apenas pode ser submetido via web, NÃO pode ser preenchido nem apresentado manualmente. A verificação da existência do email deve ser feita desde a origem, na primeira escala TAP de embarque do passageiro.

Os passageiros são informados sobre a necessidade de apresentar este email de confirmação para poderem embarcar, mal terminam a submissão dos dados.


** Teste Covid-19

Os preços variam conforme laboratório entre 350 e 400 BRL, sem deslocação e pagamento em reais. Deve apresentar no laboratório: Número e-ticket do seu bilhete aéreo emitido pela companhia aérea para uma data futura e documento pessoal com foto que comprove o nome idêntico ao bilhete aéreo. 


Os preços variam entre 100 e 120 Euros. Pagamento no local e em local a informar para efectuar teste PCR/Antigénio antes do voo regresso.


Protocolos existentes:


  1. Passageiros TAP Air Portugal têm desconto de 20% (parceria TAP) - Agendamento local através dos nossos receptivos locais. 

  2. Maceió - Custo estimativo é de 350 Brl (50 Eur) p/pax realização e entrega de teste no hotel onde clientes estão alojados.

  3. Recife - Custo estimativo é de 350 Brl (50 Eur) p/pax realização no Real Hospital Português. Clientes alojados em Porto de Galinhas podem fazer e receber o resultado em 48h no hotel onde estão alojados


Fontes de informação:

  1. Informação aos turistas

  2. Medidas de prevenção

  3. Recomendações para reabertura do turismo

  4. Declaração de Saúde do Viajante (DSV)


Procedimentos individuais de cada hotel 


  1. Iberostar Bahia - Permite realização de teste Covid-19 - Gratuito

  2. Iberostar Praia do Forte - Permite realização de teste Covid-19 - Gratuito


Política de Cookies